segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Reflexologia

A Reflexologia trata-se da arte de curar através do toque nos pés, seguindo o princípio de que todos os órgãos do corpo, inclusive o cérebro, estão conectados através de canais de energia ativados em pontos ou áreas em nossos pés.
Portanto, quando nossos pés estão cansados, assim está nossa mente e corpo.
OBJETIVO DA REFLEXOLOGIA
O principal objetivo é promover a homeostase ou seja o equilíbrio natural do corpo.
A reflexologia é uma das técnicas mais eficazes para proporcionar esse equilíbrio, pois atua diretamente no sistema nervoso central, reduzindo a tensão física e mental, promovendo o estado de relaxamento.



O reflexoterapeuta encontra os bloqueios existentes através de pontos doloridos e áreas granuladas, que evidenciam os distúrbios acometidos no organismo, pois cada ponto dolorido reflete exatamente o grau de comprometimento da saúde física ou emocional do indivíduo.

Exemplo de alguns pontos e alguns problemas associados à dor:

CABEÇA (01)
Problemas associados à dor: insônia é o mais comum. Mas pode significar ainda cefaléia ou enxaqueca.

TIRÓIDE (02)
Problemas associados à dor: dificuldade para digerir carboidratos, lipídios e proteínas. Isso prejudica a absorção de nutrientes vitais para o perfeito funcionamento do corpo. Caso a tireóide não funcione corretamente desde cedo, a criança terá alterações no ritmo de crescimento, podendo sofrer distúrbios de hormônios sexuais influindo, desta forma, na fertilidade.

CORAÇÃO (03)
Problemas associados à dor: enfraquecimento do músculo cardíaco, entupimentos de válvulas ou artérias.

PULMÕES (04)
Problemas associados à dor: dificuldades respiratórias, tais como bronquite, sinusite e rinite.

FÍGADO (05)
Problemas associados à dor: alteração na circulação sanguínea e sistema nervoso. Raiva e nervosismo em excesso também costumam refletir nesse ponto.

VESÍCULA (06)
Problemas associados à dor: o mais freqüente é a ocorrência de pequenas pedras, mas, em estágios iniciais, pode significar só dificuldades digestivas.

ESTÔMAGO (07)
Problemas associados à dor: má digestão ou gastrite. Caso haja alguma saliência na região há chances de ser uma úlcera, algo mais grave. A dor ainda pode ser resultado de preocupações e ansiedade.

RINS (08)
Problemas associados à dor: sisto ou pedras. Também pode refletir medo e insegurança.

COLUNA (09)
Problemas associados à dor: vértebras, principalmente lombares, podem estar "fora do lugar". O nervo ciático também reflete neste ponto que ainda sinaliza efeitos da TPM.

INTESTINOS (10)
Problemas associados à dor: Infecções, irritações por ingestão de alimentos que agridem as mucosas, disfunções e até pequenos tumores.

BEXIGA (11)
Problemas associados à dor: pode ser um sinal de infecção ou até o surgimento de pequenos tumores.

APÊNDICE (12)
Problemas associados à dor: Princípio de infecção. Em estágio mais avançado, apendicite só é resolvida com cirurgia.

CIÁTICO (13)
Problemas associados à dor: Algum dano ao nervo pode causar dificuldade para flexionar pernas, mexer os pés. Pode ocorrer até mesmo alteração dos reflexos da perna.

BAÇO (14)
Problemas associados à dor: é o órgão do estresse. Dor nesse ponto é sinal de que chegou a hora de relaxar e desligar um pouco dos problemas.

PÂNCREAS (15)
Problemas associados à dor: Infecções, dificuldade ou distúrbios na fabricação de enzimas digestivas.


"PREVINA-SE, RECUPERE-SE, TENHA UMA VIDA SAÚDAVEL."




Nenhum comentário: