terça-feira, 10 de junho de 2008

Você é a resposta.

video

A Arte de não Adoecer...


Se não quiser adoecer...
...Fale de Seus Sentimentos.
Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna. Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos “segredos”, nossos erros... O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia!

Se não quiser adoecer...
...Tome Decisões.
A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.

Se não quiser adoecer...
...Busque Soluções.
Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.

Se não quiser adoecer...
...Não Viva de Aparências.
Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc., está acumulando toneladas de peso... uma estátua de bronze, mas com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.

Se não quiser adoecer...
...Aceite-se.
A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável.Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer...
...Confie.
Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer...
...Não Viva Sempre Triste.
O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive. "O bom humor nos salva das mãos do doutor". Alegria é saúde e terapia!

Dr. Dráuzio Varella

sábado, 24 de maio de 2008

Eu Vivo no Mundo da Lua e Daí?

Eu Vivo no Mundo da Lua e Daí?
Carlos Eduardo Borbolla - Terapeuta Holístico
Grandes gênios da humanidade foram na sua época considerados lunáticos, eles tinham idéias tão inovadoras e respostas tão imprevisíveis que era difícil encaixá-los em um padrão pessoal.
De alguma forma estes homens, loucos, pareciam ter sua cabeça sempre nas nuvens, as idéias saltitavam de forma tão imprevisível e criativa que era sempre um desafio conviver com eles, mas certamente enriquecedor.
Jesus foi considerado um louco, vários cientistas importantes foram tidos como loucos, pois de alguma forma traziam em si a renovação, uma renovação que só é possível através da criatividade e da inspiração do “céu”.
O que vai diferenciar o gênio lunático do homem meramente lunático? O que diferencia o construtor da renovação do andarilho sem rumo na vida? É a capacidade de estar na Terra, é a capacidade de sintetizar a luz do “Céu” concretizando na Terra.
É o que Jesus fez!
Rudolf Steiner, Paracelso, Hanemann, Sócrates e tantos outros nomes importantes para a sociedade fizeram.
Não importa o tamanho de suas obras, importa que foram capazes de acessando todo um mundo incrível dentro de si, um mundo alegre e vivo, perceber que os dissabores e dificuldades na Terra têm algum propósito que sempre se alinha com toda a criatividade e toda a luz que chega do “Céu”, o que para muitos levá-os a um propósito de vida.
A cabeça nas nuvens e os pés no chão!
É para isso que estamos aqui, concretizar na vida física o nosso grande potencial pessoal, descobrindo a nossa divina individualidade, usando nosso ego como canal de expressão desta luz!
Se, os homens que falamos acima, presumissem que não era bom estar na Terra, então o jeito lunático e avoado seria apenas mais um Dom Quixote, receita para um andarilho sem rumo, incapaz de discernir e criar soluções reais, um Viramundo, de Fernando Sabino, que apesar de nutrir amor e fraternidade, torná-se presa do mundo e simples memória.
Que sorte a nossa! Estes grandes homens com toda genialidade e o “céu” a seu dispor ficarem aqui conosco, criaram aqui conosco....
Mas e nós?:Avoados...lunáticos?Que mal há nisso?Certamente nenhum!Não nos comparemos!Mas............Ora Quixotes, (sic) rejeitando o mundo, vivendo só na imaginação, sem agir, as intenções boas, a criatividade do amor, jamais reinará na vida terrestre, pois em nossa fuga para o mundo das idéias, apenas adiamos para o próximo retorno (encarnação) a plena florescência e a concretização do “Céu” na Terra.
Viva a Terra, Sinta a Terra!Infunda sua luz na Terra!Guerreiro da luz!Guardião da luz!Estandarte do amor!
Esta é nossa hora de realizar!Sem elmo, sem espada, crendo e deixando este amor criativo fluir por nossas ações, fluir pela vida, pelas pessoas, sem temor..sem fuga....
Paz e Luz
Cadu
Fonte: www.engrenagensdaalma.blog.br